Origem do Boxer

Como todos os Dogues, o Boxer tem, entre seus ancestrais, Raças vindas do Oriente, cães de combate e de defesa contra as feras. Entre essas Raças, foi do acasalamento entre um cão de caça, o Büllenbeisser germânico, (atualmente desaparecido) e um Bulldog inglês que nasceu em 1890 a raça Boxer moderna. Sua primeira exposição em Munique ocorreu em 1896. Seu padrão foi fixado uns dez anos depois. Foi utilizado pelo exército alemão durante a Primeira Guerra Mundial. Este cão, escolhido para a companhia e para a guarda, é muito popular. Abaixo, imagens das Raças que foram usadas originalmente para, então, criar o Boxer.

Origem do Boxer
Origem do Boxer

Büllenbeisser germânico

press to zoom
Origem do Boxer
Origem do Boxer

Bulldog inglês

press to zoom
Origem do Boxer
Origem do Boxer

Büllenbeisser germânico

press to zoom
1/2

O Boxer

O cachorro da raça Boxer é único. É um ótimo cão de guarda, dócil com os donos, se dá muito bem com as crianças e é muito inteligente.

A. O Boxer ideal é um cão de tamanho médio, corpo quadrado, com dorso curto, membros fortes e pelagem curta. Seus músculos bem desenvolvidos são limpos, duros e parecem lisos sob a pele firme. Seus movimentos  mostra energia.
B. Expressão tem que ser inteligente e alerta. Olhos de cor castanho escuro demasiado salientes ou muito profundos. Seu caráter de espelhamento de humor, combinado com o enrugamento da testa, que faz o do Boxer um cachorro bem expressivo.
C. A cabeça depende da proporção do focinho ao crânio. O focinho contundente é 1/3 do comprimento da cabeça. A cabeça deve estar limpa, não apresentando rugas profundas. As rugas geralmente aparecem na testa quando as orelhas estão eretas.
D. Pescoço deve ser redondo, de amplo comprimento, musculoso e limpo, sem excesso de pele pendurada. As costas são curtas, retas, musculosas, firmes e lisas. A linha superior está ligeiramente inclinada quando o Boxeador está em atenção, nivelando quando em movimento. 
E. Corpo – O peito é de largura justa e o ante peito bem definido e visível do lado. As costelas, que se estendem até a retaguarda, são bem arqueadas, mas não em forma de barril.  A pélvis é longa e em mulheres especialmente larga. A cauda é alta, encaixada e levada para cima. Uma cauda desencaixada deve ser severamente penalizada.

Cachorro Boxer. Entenda!

O andar deve ser elegante, porém elástico, a passada livre e a cobertura do solo. Desenvolvido para servir como cão de guarda, trabalho e companheiro, ele combina força e agilidade com elegância e estilo. Sua expressão é alerta e seu temperamento firme e tratável. A cabeça confere ao Boxer um selo individual único. Deve estar em proporção correta ao corpo.